quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

É SÓ PARA INFORMAR, QUE DEPOIS DA TRABALHEIRA TODA QUE DESCREVI ABAIXO, FIQUEI SEM TINTEIRO A MEIO DA PRIMEIRA IMPRESSÃO!

mas que caralh*!!

11 comentários:

Rafael S. disse...

Hahahahaha (...) haha

Sufocada disse...

Rafael, Rafael... já falamos melhor!!
Na verdade não, mas enfim, não tens um pingo de compaixão...

Rafael S. disse...

«Compaixão»? Que palavra estranha! E eu a pensar que o português já me corria melhor que o inglês...

Compaixão, compaixão... Mas olha que é bonita, essa tua palavra!

Sufocada disse...

Não logro descer à sua vulgaridade!
Haja decência

Rafael S. disse...

Ora... Peço desculpa, minha senhora Esganada, mas o que fiz foi irreverência minha.

Digo-lhe, dona Enforcada, que se pudesse, retiraria das minhas teclas esses vulgos ordinários que me notou. Conto-lhe, Engasgada senhora, que não sou assim na amiúde das minhas horas, todavia, de tempo em tempo, lá me sobe a veia alheia do vernáculo e da consporcação linguística.

As minhas desculpas, donzela sem ar.

Sufocada disse...

Refinado discurso para tão hostil coração.
Se de sincero, tivesse tanto como de insultuoso, até a uma dama sem ar chegaria o fôlego.
Não me rendo a tão amofinado palavriado, que isto de se ser dona, sou bem dona das minhas vontades.

Rafael S. disse...

O meu coração só é hostil porque está em território desconhecido (e inimigo) - a vida social de um adolescente.

Nunca tive jeito para o ser, acho que assim que nasci fiz logo sessenta e quatro anos e meio (apenas nalgumas coisas, não pense que ando a cair entre as fendas da calçada).

E venero-lhe o talento, ó dama apagada no ar, pela frase de a seguir vou citar: «Se de sincero, tivesse tanto como de insultuoso, até a uma dama sem ar chegaria o fôlego.»

É linda, lacrimal, diria mesmo.

Que a sua vontade seja a que mais lhe aprouver, mas lembre-se sempre que sei as Heimlich e as outras todas que lhe reatam a respiração.

Sufocada disse...

Ahahah, caro Rafael é sempre um prazer trocar impressões consigo. Desmanchou-me, e quando o humor se intromete nao mais consigo espingardar.

Rafael S. disse...

Será que se pode dizer que as minhas palavras lhe tiraram o ar de tanto rir?

Sufocada disse...

Poder-se-à constatar tal, se e apenas se, isso não lhe alimentar de tal forma o ego de modo a que este se torne obeso.

Rafael S. disse...

Morreu de diabetes na primeira oração, não li mais..