sexta-feira, 26 de julho de 2013

O meu carteiro...

Tenho a dizer que o meu carteiro é um bom homem, além de sensato.
Eu recebo bastantes encomendas volumosas em casa, livros, troco os que não gosto por uns que possa vir a gostar e por aí...
O meu carteiro, como bom homem, não tenta enfiar os livros à força na caixa do correio, ao contrário do outro que o substitui quando ele está de férias (idiota), e toca à campainha para mos dar em mão.
Ora o coitado não tem culpa, e muito menos eu a tenho, mas à hora que ele passa por cá, se eu não estiver a trabalhar, normalmente estou a dormir e portanto, salto da cama quando oiço aquele riiiing irritante, completamente grogue, caminho aos tropeções até à porta, e ainda a esfregar os olhos, rasgo um sorriso de sono para o homem e digo " Bom Dia" ele cumprimenta-me, tem a sensatez de não comentar o meu estado lastimoso, e dá-me a encomenda, indo-se embora a sorrir.
Triste, eu sei.

Mas mais triste, foi quando num destes fatídicos dias, me esqueci que já não dormia de calções mas sim, apenas, de t-shirt e cuecas. Sensato como só ele, mais uma vez não reagiu de maneira nenhuma ao sucedido quando o atendi  naqueles preparos, já eu acho que nunca fiquei tão vermelha na vida.

A partir daí, nunca me esqueço de vestir o robe antes de ir à porta, nem que estejam 40 graus, ou que seja inverno e eu durma mais vestida.

5 comentários:

Herculano Garrano disse...

Irei entregar-te todas as encomendas na esperança de que te esqueças do robe...

Sufocada disse...

Jardineiro... :))

Xilre disse...

E a alegria que ele teve? E o facto de ter "bragging rights" face aos colegas menos felizes? A profissão é difícil, mal remunerada, em vias de extinção. Ao menos que alguma alegria, como essa, ele tenha, para o ajudar a continuar, contra a chuva e o vento a cumprir a sua briosa missão! ;)

Boa noite! :)

Estudante disse...

Ahaha :P acho que ele não se importou muito!

Sufocada disse...

Xilre, visto desse modo foi uma boa acção que pratiquei :)

Estudante, já deve ter visto muita coisa :)