segunda-feira, 3 de setembro de 2012

It's not that simple

Há tarefas que se parecem muito simples no inicio, e que, quando vamos a ver, se podem tornar realmente assustadoras... bichos de sete-cabeças...
Como estender a roupa, é preciso um curso para saber as posições de cada peça de roupa. Ou é para não vincar, ou para não comer a cor, ou para secar mais rápido...

Mas não era disso que eu queria falar, para mim foi assustador, preencher o meu currículo.
Já o tinho feito à quase um ano, mas agora que vou começar a distribuí-los tive que o actualizar e isso fez-me lembrar o terror que é ter que preencher um currículo.
Vamos por etapas:

1º - Fotografia
Há certos sítios que não obrigam a que o currículo tenha fotografia, mas a grande maioria exige-a.
Então a tormenta começa logo nesta fase, a fotografia escolhida tem que parecer profissional e amistosa.
A pessoa que olhar para o nosso currículo, tem que sentir que só de ver a nossa fotografia, tem vontade de trabalhar connosco.

Adoro exemplos de: "o que não se deve fazer"
2º - Informação Pessoal
Agora dizem-me vocês, o que é que a Informação Pessoal pode ter de mal? Pois eu digo-vos, o endereço de e-mail. Também esse deve parecer minimamente profissional. Nem que criem um só para esse efeito, podem continuar com o gajawindah@gmail.com, mas não deverá ser esse a aparecer no currículo.

3º - Experiência Profissional/ Educação e Formação
Neste caso temos que ser espertos. Dependendo do trabalho a que queremos concorrer pode ou não ser vantajoso omitir certos locais onde já trabalhámos, ou certos cursos que tirámos.
Se quero concorrer a um lugar administrativo ou de secretariado, ninguém precisa de saber que 2/3 anos antes trabalhei no bar Despe e Siga... E se quero concorrer a um lugar de Enfermeira Veterinária, pouco importa que tenha tirado um curso profissional de maquilhagem quando andava indecisa com o que queria fazer...

4º - Aptidões e Competências Sociais
Aqui ninguém vai querer saber se são pessoas sociais, no verdadeiro sentido da palavra.
Eu fico a pensar, devo dizer-lhes que quando entro sozinha num café fico ruborizada? Ou por outra, se for uma pessoa que num bar/discoteca faça amigos facilmente (if you know what i mean) devo escrever isso?
Não, claro que não, temos que pensar em termos profissionais, que competência/aptidão social tenho que me possa ser vantajosa no mundo do trabalho (e dependendo do trabalho a que me candidato)?
Fácil, não é?...

5º - Aptidões e Competências de Organização
A base é exactamente a da etapa anterior, temos que pensar que raio de qualidade a nível da organização tenho eu que possa ser uma mais valia para determinado tipo de trabalho?
Ninguém quer saber se não suporto ver o meu quarto desarrumado, ou se sou uma maníaca das limpezas...

6º - Outras Aptidões de Competências
Depois dos dois pontos anteriores ainda nos pedem mais umas quantas competências, que já têm o seu quê de dificuldade. Como se isso não bastasse ainda pedem outras.... outras qualidades, capacidades, etc... que possam ser boas para os que lêem o nosso currículo.
Então é aqui que digo que sou uma barra a jogar à Sueca? É aqui que digo que leio mais horas do que aquelas que durmo?...

Como vêm, aquilo que podia ser algo chapa 5, em que era só escrever o mais óbvio e pronto pode tornar-se uma grande dor de cabeça.
E melhor melhor é gastarmos tempo com essa dor de cabeça que o mais provável é não nos levar a trabalho nenhum... Isso então é fantástico, ó pra mim a rir, ó pra mim...

6 comentários:

Vic disse...

Essa foto está linda. Não sei onde a foste buscar, só lhe falta o "Procura-se" por baixo. eheheheh

Uma Rapariga Simples disse...

Eu criei um com fotos (como postei no blogue), pensei que dava resultado, mas ainda ninguém me chamou.

Será que fui demasiado explícita...

Sufocada disse...

Vic, Decidi expor-me finalmente.
Agora que cortei o cabelo e tal :P

URS, Ah não...
O problema não é teu, é deles. ( Damn, isto não soa a cliché, soa?)

Uma Rapariga Simples disse...

http://uma-rapariga-simples.blogspot.pt/2011/10/o-meu-curriculum-vitae-perfeito.html

Será? looool

Sufocada disse...

Ahahahaha, Perfect indeed.
O problema só pode ser deles.

Até eu te contratava :P

Uma Rapariga Simples disse...

Eu sabia que me ias dar razão. :D