quinta-feira, 26 de julho de 2012

O Chamamento...

Há certas situações em que não me consigo conter, é mais forte do que eu, e nem quando oiço reprimendas faço por serenar este chamamento...

Agora era a parte em que muito veemente me confessava perante vós, mentes pouco desenvolvidas, sobre o tão glorioso e magnifico chamamento que me iria fazer converter em freira. Mas muito seriamente, não é preciso ter-se nenhuma licenciatura (o que hoje em dia, provado está, que muito facilmente se consegue) para se perceber que eu sou tão boa para freira como sou para andar às cabeçadas numa parede cheia de pregos!

Portanto o chamamento de que vos falo é mesmo o musical...
Eu explico, se vou no carro e o rádio está a tocar, eu canto (e sem grandes pudores, dou a garganta ao manifesto), se estou num café com música, canto, se oiço música na rua, canto... Se vou a um bar de Karaoke, canto não só em acompanhamento aos que têm o microfone, mas sendo eu a própria que enverga o microfone  e solto um It's My Life do Jon Bon Jovi com muita fé e pujança, e quando a música se fina e eu oiço os aplausos (sejam eles de pena e com o sentido de é-preciso-coragem-para-ir-para-ali-fazer-aquilo, sejam eles porque realmente acham que tenho uma voz sim senhor) é como se fosse a melhor cantora do mundo e imagino que daqui a uns anos estarei nos principais palcos mundiais a espalhar magia com a minha melódica voz....



É então que os aplausos param, não fossem eles durar eternamente, e eu, muito abruptamente acordo para a vida, e para o facto de que já é muito bom não ter que pagar para cantar quanto mais sonhar que me pagariam milhões para o fazer! Quer dizer isso deve ser o supremo da realização pessoal, quando é o que realmente uma pessoa ambiciona...

E pronto este é um daqueles chamamentos que um dia poderá levar-me à fama, à fortuna... e nessa altura eu lembro-me de vocês, meus queridos leitores, e como prova de que partilho o que de bom tenho doar-vos-ei, de bom grado, o meu primeiro CD!

5 comentários:

Uma Rapariga Simples disse...

Detive-me na tua comparação entre o chamamento para freira e para as cabeçadas na parede com pregos. Acho que assim, ninguém vai para freira mesmo...


Vai, cachopa, canta com alma. Quem canta seus males espanta. :D

Sufocada disse...

Não não!
Aquele caso aplica-se apenas a mim, eu sou feita para ser freira como sou feita para dar cabeçadas em paredes com pregos. Mas isso sou EU! E não desejo cabeçadas em paredes com pregos a mais ninguém, muito menos por se querem tornar freiras...

Fosse isso verdade e eu não me calava 24h por dia... ;)

Xs disse...

Oh!
Gostava de ter estado para ver!

Estudante disse...

It's My Life dos Bon Jovi? Boa ;) mas é essa é difííícil... :P

Sufocada disse...

Xs, Sou suspeita, mas eu diria que foi bonito de se ver.

Estudante, É, a minha veia de rockeira é mais forte... :P