quinta-feira, 3 de maio de 2012

Prendas e mais prendas mais ó raio....

Motivada pelo post de outra blogger ( isto não é copianço, foi só a ideia que mais tarde ou mais cedo me haveria de aflorar à mente, provavelmente mais tarde, dado o tema) decidi falar da prenda do Dia Da Mãe.

Não vamos de novo falar e ouvir falar de como estas datas são isto e aquilo e cambanda de consumidores, e impropérios para aqui, blasfémias para ali. Pronto assunto arrumado.

Eu, Sufucada Em Palavras da Silva, dou, porque dou, sempre uma coisinha à minha mãezinha no dia que se diz ser o seu.

O desespero de saber o que é que vou inventar desta vez é sempre o mesmo, deverei eu, pegar na minha veia artistica e pintar, bordar, cortar, colar, e tudo mais acabdo em ar, alguma coisa para ela? É que tem mais valor sentimental, mesmo que os meus desenhos sejam algo saído de um caderno de um miúdo de 2 anos.
Ou por outra, deverei eu andar de loja em loja, a ver se encontro uma coisita engraçada que ela até pode gostar mas cujo valor sentimental é nulo (excepto porque foi dado por mim, a coisa mais lindo do seu UNIVERSO) e gastar o belo do pilim, aparecer com um embrulho todo bónitee e por adiante?

Acrescentado o facto de que o meu pensamento, nestas merdas é sempre o mesmo:
" Ah, ainda falta uma semana"; " O quê? 2 dias? Tenho tempo"; " Algumas horas dá para muita coisa"; " Fodace, faltam 30 min e eu ainda não pensei sequer no assunto"...

É portanto sempre à última que até faço uma remodelação de uma moldura ranhosa que ela não se quer desfazer, ou lhe compro um gelado ou dou um beijinho... Enfim acaba por ser algo espontâneo o que até é mais... fofinho(?).

Claro que isso não impossibilita tudo o resto que está para cima, de acontecer portanto o meu pensamento nesta fase é:

" Faltam 3 dias, amanhã penso em qualquer coisa, depois de amanhã vejo se tenho pilim ou capacidades para fazer tal coisa e depois depois de amanhã a coisa arranja-se"


Eu sei, também gostavam de ter uma filha assim!

10 comentários:

Uma Rapariga Simples disse...

Eu sou muito gajo nisso, datas não é comigo. :/ Dou prendas quando quero, não sigo estas coisas. :p

Sufocada disse...

Fui ensinada a neste dia dar qualquer coisa, mais que não fosse uma flor acabada de apanhar à beira da estrada. E assim faço, mas e primeiro que chegue à flor? Porra.

Ps. Já no dia do pai não costumo dar nada, e não é por ser um mais do que o outro, são manias de familia.

Xs disse...

Eu devo oferecer um ramo de flores.
Também ainda não sei!

Sufocada disse...

Se me decidir por flores vou ali ao mato, ou então compro de plástico para durar mais tempo x)

Uma Rapariga Simples disse...

Cá em casa também sempre foi assim, mas como sou um bocado despassarada, só dou pelas datas quando elas já foram. Mas depois compenso. :)

Sufocada disse...

É o que interessa, eles percebem que não fazemos por mal :)

POC disse...

Já têm alguma ideia para mim?

Sufocada disse...

Era o que mais faltava haver o dia do POC, a ti dou-te um pacote de juizo prá carola meu caro!

Miss Cheque-Mate disse...

Normalmente fico-me pelos miminhos, e aposto que ela gosta bem mais =)

Sufocada disse...

Também acho que sim :)