terça-feira, 27 de março de 2012

20 e tantos ou 10?

Hoje fui levar uma vacina, como não levo uma vacina há 10 anos, e há 10 anos eu fazia uma birra grotesca cada vez que ia levar uma vacina, pensei, sentada na sala de espera: " Fodace, as crianças saem do consultório na boa e eu vou chorar e gritar e passar uma vergonha"

E depois tinha a minha mãe ao meu lado a dizer: " Mas tu fazes 5 sessões de 2 horas cada, na tatuagem e vens de lá que nem podes e estás preocupada com uma pica?"
E sim, ela tinha razão, mas pasmem-se, eu preferia estar a fazer uma tatuagem do que à espera para levar uma vacina.

Quando oiço uma médica chamar pelo meu nome, levantei-me e senti as pernas a tremer que nem varas verdes e pensei: " Para o panorama ficar mesmo mesmo bom, desmaia praí agora", mas vá lá, consegui manter a postura até me sentar no consultório.

A médica foi buscar a vacina e depois disse que tinha que fazer um registo do meu boletim de vacinas no computador, que é como quem diz, passar à mão para o computador o registo de todas as minhas vacinas. Então demorou mais uns 10 min a teclar no computador e eu a olhar para a minha arqui-inimiga (aka seringa) de esguelha e a sentir-me intimidada.

Por fim lá se levantou com um bocado de algodão embebido em alcóol e pegou na dita monstruosa: " Bracinho para baixo e descontraído querida" e eu pensei " Descontraído a c... da tua tia, vou morrer, espetas-me essa m$%$& e eu dou-te um soco..." enquanto isso descontraí o braço para baixo e fiz questão de olhar para a seringa enquanto espetada no meu braço.

2 segundos, se tanto, depois e pronto.
Espera lá, mas foi só isto? Estava eu aqui quase a ter um ataque epiléptico para isto?
Pois é, parece que as vacinas não são nenhum bicho, e daqui a 10 anos penso que já não me esqueço do pouco sentido que faz eu comportar-me como uma caxopa de 10 anos.


11 comentários:

Elsa disse...

Pode parecer estranho, mas eu cá até gosto de agulhas (tatuagens, vacinas, tirar/dar sangue, soro, etc.).
Uma vez até sonhei que tirava sangue a mim mesma (!), mas depois de tantas injecções dadas a vitelas e vacas, passou-me a pancada :D

Bem lembrada a história das vacinas, tenho de ir ver quando é a minha...

Ca disse...

Oh Elsa, jura?
Ai que raio de tara eheh :)

És veterinária?

Elsa disse...

Loucuras, cada um com as suas :D

Nope, mas perto. Engenharia Zootécnica (produção animal)

Ca disse...

Sei sei :)
Eu sou Enfermeira Veterinária!

Elsa disse...

Opá que fixe!!! Tiraste o curso onde?

Ca disse...

Hum... Foi um curso um pouco diferente do que estás a pensar, não andei na universidade. Não sou licenciada portanto. Mas na prática, ou seja no trabalho faço o mesmo (e ganho o mesmo) que uma licenciada por isso.. :P

Elsa disse...

Melhor ainda :))
Sinceramente, depois de tudo, acho que a faculdade de pouco ou nada serve, tinha feito melhor se tivesse tomado um caminho diferente, acredita...

Mas como não se pode voltar atrás, segue-se em frente :)

Mas agora aproveita mas é as férias, pá, agora vir para aqui falar de trabalho :D (mea culpa eheh)

Ca disse...

Nada disso, sem problemas :D

Eu penso que é importante ( a faculdade) mas já não é impersindivel como era.

Elsa disse...

Para algumas áreas e dependendo dos objectivos pessoais de cada um, o mais imprescindível é uma boa educação de base. E vontade de aprender, sempre :)

Miss Cheque-Mate disse...

Mesmo com o teu post duvido que me apanhem nas vacinas, a não ser que vá arrastada ... Ou que seja mesmo preciso.

Ca disse...

Elsa, Não podia concordar mais :)

Miss Cheque-Mate, Também tens receio? Epa aquilo não é assim tão mau, sério :)