sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Se fosse só a chuva...

Amigos, meus queridos e ocos amigos que estacionam os carros lado a lado e abrem a porta com tanta força que me espanta que não a arranquem...
Podem, por favor, se não for grande incómodo, abrir a porcaria da porta com mais cuidado? Podem?

O meu carro estava muito bem, sem amolgadelas, nem riscos da tinta da porta do estupor que não teve cuidado!

É só para saberes, meu estupor, que eu sei que moras na minha rua e se te apanho esmago-te a tromba com a porta!

3 comentários:

Eros disse...

Detesto esses "presentes".
Abomino a quantidades de pacóvios negligentes que, por exemplo, deixam o petiz entrar sozinho no jipe, despreocupado com o mundo em seu redor... ou quando os deixam conduzir sozinhos os carrinhos de compras, com supervisão à ilharga até um deles se lembrar de arranhar ou enfaixar o dito cujo em carro alheio...

É nestas alturas que olho para os céus e penso... caramba, onde está o raio que deveria fulminar estes energúmenos?
Sim, tenho a minha bela porção de misantropo.

Beijoca

Sufocada disse...

Fico mesmo possessa com estas coisas, não custa nada, é só abrir devagar.
É o "estou-me a lixar" uff...

Beijinho Eros :)

Leão da Estrela disse...

Óh pá, tenho disso para a troca!
e acredita se soubesse quem eram os gajos, ia ter com eles!
E pagavam! não pagavam o arranjo, pagavam em géneros! fazia-lhes o mesmo, podes crer!

BFS
Jokas