segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Todas as manhãs chegava ao café com a cara inchada do sono, rabugenta, nunca teve um bom acordar.Quando faltavam 10min para as 10 da manhã, pagava o café e dirigia-se ao seu trabalho, mesmo ali ao lado.
Abria a loja, cumprimentava os seres vivos que se manifestavam e começava o seu rotineiro dia de trabalho. Aos poucos a sua boa disposição dava sinal de vida, sempre a tinham apelidado de simpática e alegre, só as manhãs contradiziam esses elogios. Pequenos marcos, no seu dia-a-dia, faziam com que gostasse realmente do que fazia.

Na primeira semana, ele aparecia-lhe discreto.
Rondava a loja, pouco lhe dirija a palavra, sorria quando entrava e quando saia.
Depois começou a ganhar confiança e em vez de aparecer uma vez por dia, aparecia várias. Começou por fazer perguntas triviais: Quanto custa isto? Como funciona aquilo? Depois vieram as perguntas de foro mais pessoal: Como se chama? Gosta de estar aqui?
No dia anterior já lhe tinha oferecido um gelado, e apesar da inicial rejeição da rapariga, ele franzira o sobrolho e responder-lhe: Já está pago, se não o comer, pagarei algo em vão.
O seu discurso convencera-a e com algum embaraço tinha comido o gelado.
Nesse dia, sentira uma mudança nele, os seus olhos eram mais calorosos, o seu andar mais confiante e o inicial sorriso tímido, de cumprimento, era agora aberto e radiante.

A sorrir, a rapariga, deu por si, ao final do dia, a pensar quando viria ele de novo...

8 comentários:

Malena disse...

Quando ele voltar, a rapariga sorrirá e dirá: Aquele gelado era mesmo muito bom! :)))

Beijinhos

Anónimo disse...

Será uma auto=descrição?
Um beijinho.
”Cordeiro”

Leão da Estrela disse...

O que o gajo quer é uma passarinha à borla!
Vai por mim...

eheheh

Jinhos

Estudante disse...

Anda por aí um passarinho verde? :P

Sufocada disse...

Malena, pode ser que sim :)

Grande cordeiro, é ficção com partes reais, poucas partes reais.

Ah Leão, voltas-te? :D
Bom olhos te vejam!

Estudante, estou a sentir-me um bocado parva. Porquê um passarinho verde? ahah

(Ela) disse...

A inocência de um gesto de carinho... gostei!

Beijo d'(Ela)

Sufocada disse...

:)

Sufocada disse...

:)