segunda-feira, 6 de maio de 2013

Se não existissem avós o mundo não era o mesmo!

Pouco há que me tire do sério, tanto positiva como negativamente.
Parra além do óbvio mau gosto em ser-se de um qualquer outro clube que não o meu Sporting, da extrema ignorância, como a de não conhecer este fabuloso antro de estupidez e vernáculo acentuado ou ainda quando alguém se lembra de vestir uma camisola cor-de-rosa e umas calças vermelhas (e vice versa).

Mas se há algo que me tira do sério são os bolinhos de farinha de milho e as bolachas (Maria) fritas, envoltas em açúcar e canela, lambuzadas de geleia que a minha avozinha paterna fazia e que agora a minha avozinha materna tão bem recria!
Raios partam se não como disso como se precisasse de tal, para respirar.

Mas em meu abono, não misturo rosa com vermelho.

2 comentários:

Uma Rapariga Simples disse...

Sorte a tua de teres avós assim.

Beijoca, querida!!!! :D

Sufocada disse...

Pois claro!
Um dia mando-te uns bolinhos :P

Beijinho minha querida :)