quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Orgulho Lusitano...

Está ferido, e ressente-se terrivelmente das afrontas e ameaças que lhe assombram o caminho.
O vento assobia a palavra medo que ecoa pelas ruas amarguradas.
As pessoas, saturadas, começam a ficar inquietas e agitadas, a frustração tem que extravasar de alguma forma...
A televisão deixou de significar entretenimento, a noite deixou de ser sinal de divertimento, socialização. O dia é atarefado, com quem tenta desesperadamente segurar o seu emprego....

No entanto, esse orgulho não morre facilmente, tal como nós não nos deixamos abalar facilmente!


4 comentários:

Uma Rapariga Simples disse...

COmeço a ter vergonha da quantidade de posts teus que me escapam. :$

Sufocada disse...

And why is that?
Assinamos um contrato de obrigatoriedade? ai!

Quando e o que quiseres comentar, é assim :D

Uma Rapariga Simples disse...

Não é isso. Sò que como não tenho o meu PC e tenho andado mais em leituras e escritas, às vezes escapa-me. Mas eu reponho a verdade dos factos. :)

Sufocada disse...

E se a resposta vier um mês depois, eu leio :D