domingo, 30 de setembro de 2012

O pior nem é o frio...

... o pior é vestir meias e ténis ou botas que me encafuam os pés libertinos habituados às sandálias e havaianas.
O pior é a esplanada do café, ainda que coberta com uma tenda, esteja constantemente molhada e fria e os pés, já nas botas, estejam sempre de molho.
O pior é que a partir das 18h já tenho que ligar a luz do candeeiro para poder ler, porque o dia já está escuro.
O pior é que eu detesto sentir-me ensanduichada por camadas e camadas de roupa, e agora é vê-las; ele são calças, camisolas de manga comprida, casacos de grossos, camisolões com carapuço e lenços à volta do pescoço. Tenho um pescoço muito sensível.

Não, o pior nem é o frio...

4 comentários:

Uma Rapariga Simples disse...

O pior seria haver frio e tu sem roupa para te tapares. ;)

Sufocada disse...

Se quisermos ir por aí, eu considero-me fútil :)

Uma Rapariga Simples disse...

Pois és! Se não fosses, suportavas o frio que se instalou, vestida e calçada como no pino do verão, um sorriso nos lábios e uma bebida gelada na mão.

Isso é que era! :D

Sufocada disse...

Ah minha amiga, mas que não seja por isso!
O meu lado competitivo jamais me deixaria passar esse desafio. Vou esperar por um dia de maior frio, porque isto não é nada e vou mandar-te uma foto minha de calção, t-shirt, chinelo e um gelado. (com o jornal do dia na mão para provar o dia em que a tiro) :)

Juro.