terça-feira, 25 de setembro de 2012

Não são, de todo, os meus melhores amigos...

Na verdade, nutro um sentimento parecido com ódio, por eles.
Não pelas pessoas que realmente são, quando tiram a bata, mas pelas pessoas que se tornam quando a vestem.
Têm um trabalho algo ingrato, reconheço, tanto salvam como matam, mas em qualquer dos casos, se matam prevalece a máxima de que são assassinos, aos olhos dos familiares, mesmo que a pessoa em questão já tenha entrado no hospital sem batimento cardíaco. E raramente dão boas noticias, e já nem falo de cancros e doenças dessas, falo de coisas mais simples. Ter colesterol não é bom, é uma má noticia, ainda que não seja das piores. Sofrer de enxaquecas deve ser ridiculamente limitador e, obviamente, doloroso.

Enfim, no outro dia fui a uma consulta de rotina com a mãe, que agora de quando a quando tem de ser monitorizada  claro.
Acabei por sair de lá com uma marcação para ir à faca. EU!

Então, dia 18 do próximo mês, sou eu quem vai à faca ( adoro a expressão, como se fosse eu que, voluntariamente iria de encontro à faca aka bisturi...)
Ainda por cima é com anestesia local - é uma mini cirurgia, daquelas em que no próprio dia não posso conduzir nem andar mais do que o necessário, mas que nos dias seguintes devo fazer a minha vida normal, ainda que com algumas dores - se é para ser anestesiada, ao menos era À grande, com anestesia geral, para poder viajar ou o que quer que as pessoas façam quando levam aquela porcaria à boca e contam do 100 para trás.
Nunca parti nenhum osso, nunca fui cozida, nunca nada! A minha maior experiência com médicos foi no dentista, em que tive uma inflamação gigante e que quando era pequena tive que usar aparelho.
E agora, vou acompanhar a mãe a uma consulta e saio de lá com 54643 exames para fazer dia 15, para que no dia 18 possa ir à faca.

Sim, reconheço que têm um trabalho ingrato, mas eu odeio-os.
E já ando a ter pesadelos com uma médico maluco a gesticular exageradamente com uma bisturi mesmo em frente aos meus olhos. Acordo sempre na altura em que vou saber se me vai arrancar um olho ou não...

10 comentários:

Uma Rapariga Simples disse...

o.O
Operada? A quê?

Tem calma, eles estão a zelar pela tua saúde.

Sufocada disse...

Calma... uuuh, não quero instalar o pânico.

Não sei se se pode dizer que vou ser operada, é uma mini cirurgia, no máximo demora uma hora.
Do lado esquerdo do meu joelho esquerdo. Já há algum tempo que tenho aí uma situação, que com esta ida ao médico, foi decidido que tem de sair. Sair e analisar e bla bla...

Vou ter a minha primeira cicatriz -.-

Uma Rapariga Simples disse...

Eu tenho uma com 7 pontos. :D

POC disse...

Ah esses malandros! Só porque querem que estejas bem de saúde! Era apanhá-los!

Vai ser tudo pacífico ;)

Sufocada disse...

URS, isto pode parecer estupido, mas há cicatrizes nos homens que têm uma quê de sensual, am i wrong? :P

7 pontos é muita fruta.

POC, tens razão, eu sei. Mas não faz com que goste mais deles. Não consigo gostar de ninguém que me aponte uma faca e me corte e depois me cosa. Parece uma cena do SAW!

Sim, vai ser.
Se não for também não vejo ninguém que sofra com isso ;)

Uma Rapariga Simples disse...

Oh se há! Mas não divaguemos sobre o que faz os homens serem sensuais que eu ando com a (&$"Q/#/"QY/Y/"TW/"T da TPM.

Foi um apêndice à vida. Por uma nesga, mais uns minutos à espera de ser operada e eu não estaria aqui a falar contigo. Há quase 20 anos.

Sufocada disse...

Ahahah, não divaguemos então, que eu não ando com a $%%#&# da TPM, mas parece...

Ah, o apêndice, claro.
O que interessa é que estás :D

Filipa Moreno disse...

Ehhhh, que situação. Vá, vais ver que vai correr tudo bem! Percebo o ódio, mas há que ser corajosa! :P

Diemy* disse...

Eu entendo-te mas vais ver que vai tudo correr bem! :)

beijinhos e força!

Sufocada disse...

Filipa, e vou de cabeça erguida! ahaha :P

Diemy, obrigada :D