sexta-feira, 13 de julho de 2012

Erotic Moments - Desejo Tumultuoso

O
Era de noite, cerca das duas da manhã e ela andava com o seu habitual passo firme e decidido. Vestia uns calções de ganga esfiapados e uma t-shirt preta, coçada, dos Sex Pistols, um número acima do dela. Nos pés levava umas botas pretas, estilo militar, que ecoavam pelas ruas de Lisboa, silenciosas. O cabelo negro, asa de corvo, caía-lhe em cascata pelas costas, brilhante à luz da lua que se mostrava, sem vergonhas, num imenso céu escuro.

Eva, era o nome dela e Santiago já a conhecia há uns largos anos. Do beco escuro em que se encontrava, podia vê-la, sem ser visto, a dirigir-se na sua direcção sem que o soubesse.

Desde sempre que se tinha sentido atraído, fisicamente, por ela. Demorou-se com o olhar nas curvas sinuosas que se bambaleavam pela rua, e encarou o seu rosto à procura de um indicio de que ela soubesse que o seu andar era poderoso e que associado ao seu corpo, faria com que qualquer homem, com H grande, se ajoelhasse aos seus pés. Não encontrou.

Eva sempre tinha sido misteriosa e intrigante, na altura da escola secundária, raramente se encontrava acompanhada, chamavam-lhe a Eva Só. Agora, com 25 anos e a terminar o seu curso de Jornalismo, não tinha mudado em nada, excepto no amadurecimento do seu corpo.

Enquanto continuava  a acompanhar-lhe o andar, sentiu um formigueiro no baixo ventre, estava ansioso e expectante com o que ia fazer dali a minutos.

Tinha um desejo louco de a possuir, queria ouvi-la gemer alto o seu nome, enquanto passeava as suas mãos pelo corpo suado dela. Queria que ela lhe implora-se pelo prazer, iminente, que lhe queria dar.
Ao pensar nisso sentiu o seu membro ficar, instantaneamente, rijo  contra o cós das suas calças pretas.

Se não a possui-se hoje, ia dar em maluco... 


Meus meninos, toca a dar o Feedback, sincero.
Depois de me dizerem que queriam o conto erótico, agora quero que digam bem, mal ou assim assim.
E não digam que aqui a Sufocada não vos faz as vontades... quem é amiga quem é?
Isto pode abalar a minha reputação, imaginem que é mau... muito mau! Afff!

10 comentários:

Miss Cheque-Mate disse...

Como é que ainda não há nenhum comentário aqui? ai.
Gostei, sabes que agora os sufocados vão querer mais, e mais e mais. É uma escrita sombria mas que não deixa de ser sensual. I like it.

Sufocada disse...

Ainda não tiveram tempo de processar a mais bela das escritas -.- ahah

Ainda bem que gostas-te princesas :D

Uma Rapariga Simples disse...

Estou demasiado abismada para feedbackar... ela *fêzi-o! :O

Eu quero ver como é que te vais desenrascar nas partes porno! lool Subtil ou totalmente gráfica? :D

Sufocada disse...

Fizi-o... Estou tão parva como tu, mas quero lá saber. Os livros que leio estão carregados de erotismo e sexualidade, eu até gosto de escrever... vamos ver.

As partes porno devem ser doseadas para não ser muito pesado nem sem sal :P

Uma Rapariga Simples disse...

:O Chamaste-me parva???? Sua taradona!!!! humpf

Fico à espera. :p

Sufocada disse...

Ahahah não! Longe de mim cjamar-te tal coisa. Eu quis dizer que devias estar espantada, e eu estava tanto como tu!
Não era bem parva xD

Anónimo disse...

Tirando os erros ortográficos e o facto de algumas frases poderem ser melhor construídas, está bom.

Mas até que ponto se adequa ao teu estilo e ao teu blogue?

Bjo, Susana.

POC disse...

Gosto.
Mas para contos eróticos, um blogue erótico, senão qualquer dia a Google está a colocar-te como blogue adulto :)

POC disse...

E como não sou adulto, depois não consigo entrar para ler.

Sufocada disse...

Anónimo Susana, pensei nisso, mas o estilo do meu blog não único. Nem tem um tema especifico.
Eu escrevo e falo sobre o que quer que seja, por isso não era por ai!

POC, Sabeis o que eu acho? Que sóis uns ingratos, que não sabem o que querem :)

Vou suspender o Conto Erótico!